16 julho 2009

Jorge E. Adoum


Minhas historias com os livros de Adoum são bem curiosas.

"Adonai" eu achei na casa de um grande amigo, esquecido numa segunda fileira na parte de baixo de uma estante fechada e num lugar onde tinha pouca luz. Olhando entre os livros vi o titulo sobre vermelho. Peguei ele. Só tive sossego quando li inteiro. Maravilhoso.
"Livro sem título de um Autor sem nome" eu encontrei no meio de centenas, eram realmente centenas, de livros que faziam parte do cenario de uma peça teatral de um grande amigo. Dormi com esse livro durante meses.

Mas ambos, ao igual que chegaram na minha vida, partiram. e eu nem lembro como. O "Adonai" era uma edição de 73. o "livro" era do inicio da decada de oitenta. Acredito que antes de eu nascer eles já tinham sua vida propria, sendo lido por centanas de olhos. Deixando sua semente de livro vivo e aventureiro em mentes escolhidas pelo destino.



isso.

2 comentários:

La Sorcière disse...

Nossa...não li nada dele...

c disse...

Não li tudo que tem postado, não dá tempo, né! Como gosto mais de posts de cotidiano e livros, entrei logo nessas duas partes. Fiquei curiosa como alguém que está no skoob, o que leva-me a deduzir que gosta de livros, tenha apenas 1 post sobre o assunto. Abraços